Construtivismo no...

  • social

Construtivismo no Aldeia

O que é Construtivismo

Inspirado nas ideias do suíço Jean Piaget , o método procura instigar a curiosidade, já que o aluno é levado a encontrar as respostas a partir de seus próprios conhecimentos e de sua interação com a realidade e com os colegas.

O Construtivismo parte da crença de que o saber não é algo que está concluído, terminado, e sim um processo em incessante construção e criação. Propõe que o aluno participe ativamente do próprio aprendizado, mediante a experimentação, a pesquisa em grupo, o estímulo a dúvida e o desenvolvimento do raciocínio, entre outros procedimentos. A partir de sua ação, vai estabelecendo as propriedades dos objetos e construindo as características do mundo.

Emilia Ferrero, aluna de Piaget, ampliou a teoria para o campo da leitura e da escrita e concluiu que a criança pode se alfabetizar, sem a ajuda de cartilhas e mecanismos que a induzem a decorar, desde que esteja em ambiente que estimule o contato com letras e textos.

Noções como proporção, quantidade, causalidade, volume e outras, surgem da própria interação da criança com o meio em que vive. Vão sendo formados esquemas que lhe permitem agir sobre a realidade de um modo muito mais complexo do que podia fazer com seus reflexos iniciais, e sua conduta vai enriquecendo-se constantemente. Assim, constrói um mundo de objetos e de pessoas onde começa a ser capaz de fazer antecipações.

A teoria construtivista enfatiza a importância do erro não como um tropeço, mas como um trampolim na rota da aprendizagem.

“Visões não construtivistas do conhecimento valorizam a transmissão, sendo, por isso mesmo, a linguagem seu instrumento mais primoroso. Ao construtivismo interessam as ações do sujeito que conhece. Estas, organizadas enquanto esquemas de assimilação, possibilitam classificar, estabelecer relações, etc. O construtivismo produz conhecimento em uma perspectiva não formal”. (Lino de Macedo)

Segundo Lino de Macedo, o professor construtivista deve saber muito a matéria que ensina, para discutir com a criança, para localizar na história da ciência o ponto correspondente ao seu pensamento, para fazer perguntas inteligentes, para formular hipóteses, para sistematizar quando necessário. O conhecimento cientìfico deverá ser sempre a referência principal